PRÓXIMA PARTIDA

MAD X AME

22/08

15:00 h

Conselheiro Galvão

Copa Rio - 2018

Patrocinadores:


26/04/2018 10:23

Atacantes Bernardo e Pedrão falam sobre estreias como atletas profissionais.

A partida contra o Linense, no último sábado, vai ficar marcada para sempre nas vidas de dois jogadores do Madureira. Isso porque a estreia do Madureira no Brasileirão – Série D marcou a estreia dos atacantes Bernardo, de 20 anos, e Pedrão, de 18, como atletas profissionais.

Os dois, formados na base do Madureira, subiram para a equipe profissional após o Campeonato Carioca, para fazer parte do elenco do Tricolor Suburbano na disputa do Brasileirão – Série D e já receberam do treinador Gilberto Corôa (que foi técnico dos dois na base) suas primeiras oportunidades logo no início da competição.

Bernardo: “Vamos buscar o acesso para colocar nossos nomes na história do clube”

Desde que chegou ao Madureira, aos 10 anos de idade, o atacante Bernardo sonhava com o dia em que subiria as escadas do vestiário de Conselheiro Galvão e entraria em campo para uma partida da equipe profissional. Dez anos depois, o artilheiro da equipe Sub-20 no ano passado pôde realizar este sonho de uma maneira bem especial: entre os titulares, com a camisa 9 nas costas e em uma competição nacional.

- Desde que eu cheguei ao Madureira, aos 10 anos de idade, foi isso que eu almejei na minha carreira. Sempre procurei dar o máximo nos treinos, dar o meu melhor, para um dia ter essa oportunidade. Graças a Deus, neste ano de 2018 o trabalho foi forte, consegui minha primeira oportunidade como profissional e estreei sábado na Série D como titular. Vestir a 9 do Madureira no profissional foi um sonho que eu realizei.

Agora que o objetivo de estrear entre os profissionais já foi concluído, Bernardo tem uma nova meta na carreira: ajudar o Madureira a conquistar o acesso para a Série C do Brasileirão e marcar seu nome na história do clube.

- Nós almejamos subir para a Série C. É o que o grupo quer. Nós vamos sempre buscar dar o melhor dentro de campo pra dar esse acesso ao Madureira e colocar nossos nomes aqui na história também.

Pedrão: “Minha carreira foi só batalha. Chegar até aqui foi uma grande honra”

Um dos mais novos do elenco, Pedrão não esperava ter uma oportunidade na equipe profissional tão cedo. Com 18 anos de vida recém-completados, o atacante começou a treinar com os profissionais há duas semanas e, graças a um imprevisto com o atacante Welber, foi para o banco e entrou no segundo tempo, no lugar de Bernardo, o outro estreante da tarde.

Há 5 anos no clube, Pedrão não escondeu a felicidade e o orgulho de poder realizar o sonho de jogar na equipe principal do Tricolor Suburbano.

- Minha carreira foi só batalha. Só Deus, eu e meus pais sabemos o que eu passei pra chegar até aqui. Chegar aqui foi uma grande honra e graças a Deus eu posso falar pros meus pais: “eu consegui chegar aos profissionais, estreei, assinei contrato”. Se Deus quiser, 2018 vai ser o meu ano.

Disputando vaga na equipe titular com Bernardo e Welber, Pedrão vê a competição entre eles com bons olhos e encara de forma sadia.

(Texto e fotos: André Soares/Madureira EC)



Comentários nesta notícia

MAIS NOTÍCIAS

19/09/2018

Resultados do Futsal na última semana

Veja os resultados das partidas da última semana do...

17/09/2018

Sub-20: Meia Yuri Merlim fala sobre expectativa para a disputa do OPG

Em outubro, o Sub-20 do Madureira volta a campo para a...

11/09/2018

Futsal: Confira todos os jogos do Madureira nesta semana

(Foto: Matheus Lima) Semana cheia para o Madureira nas...

VER TODAS AS NOTÍCIAS

MADUREIRA TV

Desenvolvido por: